O hipogonadismo ou DAEM atinge cerca de 20% dos homens entre 25 e 75 anos.

O hipogonadismo
ou DAEM atinge cerca
de 20% dos homens
entre 25 e 75 anos.

Conselhos adicionais úteis para
homens com hipogonadismo

Prevenir a osteoporose

Prevenir a osteoporose:

São aconselhadas mudanças no estilo de vida e na dieta para prevenir a osteoporose, incluindo exercícios físicos regulares e quantidades adequadas de cálcio e vitamina D na dieta.

Saiba mais sobre a disfunção erétil ou infertilidade:

Saber o que esperar e como lidar se a disfunção erétil ou infertilidade estão presentes pode reduzir problemas psicológicos e de relacionamento.

Saiba mais sobre a disfunção erétil ou infertilidade
Reduzir o stress

Reduzir o stress:

Conselhos sobre minimizar a ansiedade e o estresse, que podem acompanhar o hipogonadismo podem beneficiar os pacientes. Detalhes sobre a disponibilidade de aconselhamento psicológico ou familiar e grupos de apoio podem ajudar o paciente e sua família a entender e lidar com o diagnóstico.

Dê tempo para que os benefícios da terapia de reposição de testosterona aparecerem:

A melhora dos sinais e sintomas da deficiência de testosterona, tais como libido, atividade sexual, aspectos físico, mental e humor, podem levar vários meses para aparecer totalmente.

Apoio ao paciente e sites de internet estão inclusos na seção de informações úteis para os profissionais da saúde e seus pacientes.

Recursos úteis de informações
para os profissionais da saúde

  • A Sociedade para o Estudo da deficiência androgênica O objetivo deste site é fornecer informações para o público em geral e médicos. Esperamos que você veja que a nossa base de dados, desenvolvida para ambos os grupos, seja de interesse para você. Como uma sociedade, nós estamos interessados na parte que a deficiência de testosterona pode desempenhar na libido, bem-estar, problemas de ereção, diabetes, obesidade, doenças cardíacas e circulatórias, fadiga, mal de Alzheimer, demência e perda de memória, osteoporose, fragilidade sexual e envelhecimento geralmente em homens e mulheres.
  • Centro de deficiência de testosterona Este site destina-se a ajudar e globalizar esse processo de sensibilização da gestão de baixo nível de testosterona, com informações precisas e atuais para os profissionais e para o público em geral.
  • Fundação Pituitária A Fundação Pituitária é uma instituição de caridade nacional do Reino Unido, que está trabalhando para fornecer informações e apoio às pessoas que vivem com doenças da hipófise, incluindo os pacientes, seus familiares, amigos e cuidadores.
  • Sociedade Européia de Medicina Sexual (ESSM) A Sociedade Européia de Medicina Sexual (ESSM) é uma organização multidisciplinar, acadêmica e cientifica, sem fins lucrativos, dedicada à função sexual masculina e feminina e suas disfunções.
  • Sociedade Internacional para o Estudo do Envelhecimento Masculino (ISSAM) A Sociedade Internacional para o Estudo do Envelhecimento Masculino (ISSAM) foi formada e incorporada no Reino Unido em 1997, com o objetivo de promover a investigação, estudo e educação em todos os assuntos relacionados com a saúde dos homens depois dos 30 anos. A Sociedade prepara-se para promover o conceito de envelhecimento saudável, e para apoiar a melhoria da "qualidade de vida", "estilo de vida" e "saúde" para o homem em envelhecimento, através da divulgação de informação, e do avanço do conhecimento científico e médico.
  • Organização da Síndrome de Kallmann Este site foi criado para fornecer informações para os pacientes com síndrome de Kallmann, sua família e amigos e em adicional a quaisquer profissionais de saúde interessados em aprender mais sobre esta condição rara.
  • Associação da Síndrome de Klinefelter (KSA) É uma instituição de caridade registrada no Reino Unido fundada em 1990 que existe para apoiar todos aqueles afetados pela Síndrome de Klinefelter (SK) se forem homens ou meninos que têm a síndrome, ou suas esposas, os parceiros, os pais, avós, irmãos, irmãs, cuidadores e amigos. Na tentativa de preservar e promover a saúde e o bem-estar de todas as pessoas afetadas pela síndrome de Klinefelter a Associação pretende elevar o perfil da condição com a profissão médica, outras entidades públicas e privadas e o público em geral para que todos compreendam as suas implicações, não só para o indivíduo afetado, mas também para todos aqueles com quem eles têm contato durante suas vidas.
  • Fórum Europeu da Saúde Masculina (EMHF) O Fórum Europeu da Saúde Masculina (EMHF) apresenta uma nova e grande oportunidade para uma ampla gama de organizações e indivíduos para trabalhar juntos para elevar o perfil da saúde dos homens em um nível europeu e dentro de cada país. O EMHF foi iniciado pelo Fórum da Saúde Masculina, o principal defensor da saúde dos homens na Inglaterra e no País de Gales, com o apoio e colaboração de parceiros que partilham o objetivo de combater o mau estado de saúde do sexo masculino em todos os países da Europa.
  • Rede de Saúde dos Homens A Rede de Saúde dos Homens (MHN) é uma organização nacional sem fins lucrativos, cuja missão é alcançar homens e suas famílias, onde vivem, trabalham, brincam, e oram com mensagens de saúde e instrumentos de prevenção, programas de rastreio, materiais educacionais, oportunidades de advocacia, e navegação de pacientes.
  • Andrologia Austrália Andrologia Austrália é um programa de educação comunitária e profissional, fornecendo informações sobre a saúde reprodutiva masculina.
  • Site Netdoctor NetDoctor.co.uk é feito com uma colaboração entre médicos, profissionais de saúde, especialistas em informação e pacientes que acreditam que a prática médica deve ser baseada em uma informação de qualidade e, sempre que possível, com base nos princípios da medicina baseada em evidências. Informações médicas críticas devem ser apresentadas em uma linguagem clara e compreensível para que o paciente compreenda as suas escolhas e decisões. Em última análise, é o paciente quem deve tomar as decisões críticas de saúde. Mais de 250 dos principais médicos e profissionais de saúde do Reino Unido e da Europa escrevem, editam e atualizam o conteúdo do NetDoctor.co.uk. Além de criar conteúdo escrito para o paciente, esses mesmos profissionais de saúde respondem às perguntas dos usuários e preocupações em relação às questões gerais de saúde.

Abuso de anabolizantes

O abuso de esteróides anabólico-androgênicos pode ser associado a riscos mentais e de saúde. Os problemas de saúde podem ser graves e irreversíveis.

O abuso em longo prazo está associado à toxicidade cardiovascular irreversível, especialmente efeitos ateroscleróticos e cardiomiopatia.1 O abuso pode levar a danos do fígado, icterícia, retenção de líquidos, aumento da pressão arterial, aumento da lipoproteína de baixa densidade (LDL) e diminuição da lipoproteína de alta densidade (HDL). Os danos relatado são a insuficiência renal, acne severa e tremores.3 Homens que abusam da testosterona podem desenvolver atrofia dos testículos, contagem reduzida de espermatozoides, infertilidade, calvície, ginecomastia, bem como risco elevado de carcinoma da próstata, embora os resultados do estudo sejam diferentes.1,3

Além disso, anabolizantes podem levar à disfunção psiquiátrica e efeitos psicoativos: agressão, distúrbios de humor e comportamento, sintomas maníacos, ciúme paranóico, irritabilidade, delírios, e julgamento prejudicado são relatados.3,4

O uso não medicinal de testosterona tem um potencial viciante. A dependência foi encontrada em levantadores de peso e fisiculturistas, que administraram cronicamente doses suprafisiológicas de esteroides anabólico-androgênicos injetáveis e orais.4,5

Em contraste, não há evidências de abuso ou dependência, que se desenvolve a partir de dosagem terapêutica e formulação por causa da deficiência de testosterona.4

Referências

  1. Kanayama G et al.: Long-term psychiatric and medical consequences of anabolic androgenic steroid abuse: A looming public health concern. Drug Alcohol Depend. 2008; 98:1-12.
  2. Gooren LJ, Behre HM: Testosterone treatment of hypogonadal men participating in competetive sports. Andrologia 2008;40:195-199.
  3. National Institute on Drug Abuse (NIDA), National Institutes of Health: Steroids (Anabolic-Androgentic); July 2009 http://www.drugabuse.gov/PDF/Infofacts/Steroids09.pdf
  4. Brower KJ: Anabolic steroid abuse and dependence. Curr Psychiatry Rep. 2002;4:377-387.
  5. Brower KJ: Anabolic steroid abuse and dependence in clinical practice. Phys Sportsmed 2009;37:131.140.

Saiba mais em

Diagnóstico

Os sintomas de hipogonadismo podem variar de acordo com a pessoa.

Terapia

A terapia de reposição de testosterona é caracterizada por uma larga margem de segurança e boa tolerabilidade.

Seus Pacientes

Informações úteis para médicos e seus pacientes.